Detox digital

21/10/19|BEM-ESTAR

Desativar o alarme, responder mensagens, checar a agenda, verificar o trânsito, postar uma foto… e por aí vai. Os celulares e gadgets estão com a gente desde o momento em que acordamos até a hora de dormir. Assim como facilitam nossa vida, também podem nos atrapalham com tanta distração, gerando ansiedade por conta das mil e uma notificações. Mas calma, que dá para usar tudo isso com inteligência! Vem saber como acabar com o vício do celular e outras tecnologias fazendo um detox digital.

Por que fazer o detox digital?

Um detox digital pode ajudar você a encontrar o equilíbrio no uso dos gadgets e a entender melhor a relação que você tem com a tecnologia. Se as distrações das telas estiverem atrapalhando seu rendimento no trabalho ou nos estudos, criando brigas nos relacionamentos, tirando o sono ou gerando mais gastos do que você deseja, é mais do que a hora de desligar tudo e se reencontrar!

Como fazer o detox digital?

Elaboramos um passo a passo de 6 ações para acabar com o vício digital, e você pode escolher colocar todas em prática de uma vez só ou aos poucos:

1. Crie um objetivo e mantenha o foco

Não adianta jurar que vai ficar 1 mês sem tecnologia se você trabalha no computador ou com mídias sociais, né? Trace uma meta alcançável, por exemplo: usar o smartphone apenas 1h ou 2h por dia, não usá-lo enquanto come, ou não ligar a tv durante a semana. Mesmo que no começo pareça pouco ou inalcançável, com determinação e tempo você vai perceber que sua relação com a tela se transformou.

2. Use de forma consciente e elimine as distrações

Defina as prioridades do uso em cada gadget e só toque nele para fazer o que definiu. Exemplo: no smartphone, ler as mensagens; no computador, trabalhar; na tv, hora do lazer. Limpe o que não for necessário. Pode ser o caso de deletar alguns apps do celular, deixar a tv desligada se está em época de provas, ou guardar o computador se estiver de férias.

3. Se pergunte o ‘porquê’ quando pegar o celular

Claro que os telefones são nossos parceiros pra ficar em contato com a família e os amigos, responder mensagens, etc. Mas usamos eles com muito mais frequência do que imaginamos, e várias vezes simplesmente porque estamos entediados. Por isso, antes de desbloquear a tela, se pergunte qual a sua intenção para o uso naquele momento.

4. Monte um calendário totalmente ‘tech free’

Marque na agenda momentos para ficar sem tecnologia - e se acostumar com a sensação. Pode ser durante 30 minutos logo após acordar, ou um dia inteiro no fim de semana curtindo só atividades offline com a família. Também dá para deixar o celular no silencioso ou desligado e guardado fora do seu campo de visão enquanto está no trabalho ou no jantar com amigos, por exemplo, para evitar recorrer a ele para "se distrair".

5. Ressuscite os analógicos!

Redescubra o relógio de pulso, a agenda de papel, o alarme na mesinha de cabeceira, o jornal e a revista impressos, a câmera de filme analógico... esses objetos trazem menos distrações que os celulares, além de serem um charme no look e decor do dia a dia.

6. Cuide do seu corpo

Muitas vezes nossa saúde paga o preço de um estilo de vida totalmente focado nas telas. Os olhos podem ficar ressecados, a luminosidade dos aparelhos podem gerar dores de cabeça, a má postura ao ficarmos muito tempo sentados no computador ou com o pescoço dobrado para olhar o celular, até rugas específicas a tecnologia pode causar. Por isso inclua na sua rotina exercícios físicos, use técnicas de automassagem ao longo do dia e, à noite, evite a luz da tela ao menos 1h antes de ir dormir, pois ela inibe a produção do hormônio vital do bom sono.

CADASTRE-SE E RECEBA NOVIDADES EXCLUSIVAS POR E-MAIL