Quem são as mulheres que mudaram o cenário cultural do Brasil

07/11/19| BOTA NA AGENDA

A arte brasileira conta histórias, reflete sobre o tempo e mostra a essência de uma cultura construída da mistura. No cinema, teatro, literatura, artes plásticas, dança e música, as produções artísticas brasileiras foram dominadas por mulheres incrivelmente talentosas e inspiradoras. É muito difícil escolher uma em cada área para falar sobre, mas aqui estão alguns dos nomes femininos da arte que você merece conhecer 😊. 

// Mulheres na música 

A música brasileira é rica em ritmos, melodias, letras e vozes. Marcada por movimentos e pela história, Dona Ivone Lara mostraram o valor da voz feminina. 

Ivone Lara, carioca, compositora, cantora e instrumentista, foi uma das pioneiras do samba. A primeira mulher a integrar a Ala dos Compositores dos Impérios Serranos, em 1960, deixa seu legado como Rainha do Samba ao criar músicas regadas de melodias com herança africana do samba de roda e letras que fazem questão de contar sua história entre os morros cariocas. 

// Teatro pelas mulheres 

Foi no início do Romantismo, século XIX, que o teatro brasileiro ganhou forma. Entre tantos nomes femininos, trouxemos hoje um pouco da trajetória de Fernanda Montenegro para você conhecer e amar com a gente. 

Fernanda foi a primeira mulher a ser contratada pela TV Tupi e hoje é considerada a dama do teatro brasileiro. A atriz foi a primeira mulher latino-americana a ser indicada ao Oscar, em 1999, na categoria de melhor atriz. Seus diversos trabalhos mostram o tamanho da sua dedicação e talento, e a cada nova personagem, temos ainda mais certeza do poder de Fernanda. 

// E a dança também é delas 

A dança tem a participação majoritária de mulheres. Elas dominam o poder de criar e construir espetáculos que enchem os olhos, coração e fazem com que a gente queira dançar junto. Deborah Colker é uma dessas mulheres e nós viemos apresentá-la hoje. 

A coreógrafa iniciou sua carreira na dança contemporânea em 1980 e desde então já marcou presença no desfile das Escolas de Samba do Rio de Janeiro, Cirque de Soleil, Copa do Mundo e Olimpíadas. Deborah mostra sua capacidade de tirar do corpo todas as formas de expressão a cada novo trabalho. 

// Arte plástica feminina 

As artes plásticas sempre marcaram presença no Brasil. Foram diversos movimentos artísticos que guiaram artistas com técnicas e motivações variadas. As mulheres também ocuparam este espaço e é claro que hoje falaríamos um pouco mais sobre Tarsila do Amaral. 

A pintora se juntou ao movimento modernista em São Paulo e esteve presente na Semana de Arte Moderna de 1922. Sua obra deixa claro o seu interesse pelo Brasil, pelas temáticas e técnicas. Este ano a exposição Tarsila do Amaral bateu o record de visitações do MASP em um só dia, provando mais uma vez a sua influência na arte brasileira <3.  

// Mulheres da literatura 

Assim como o teatro, a literatura nacional ganha forma com o início do Romantismo. Movimento que marca a entrada da produção de brasileiros na nossa arte e abre as portas para diversos escritores poderosos. Entre os nomes atuais, Djamila Ribeiro é a escritora que circula em diversos grupos e leva para o seu texto questões sociais que se identifica. 

Em 2018, foi a primeira mulher brasileira a ser convidada para participar do Festival do Livro de Edimburgo. Djamila foi nomeada “Personalidade do Amanhã” pelo governo francês e deixa as estantes de livrarias marcadas com cada publicação. 

// Cinema com mulheres 

A presença de mulheres no cinema vem crescendo nos últimos anos. Por trás das câmeras, nomes femininos começaram a aparecer em áreas como direção e roteiro, e são maioria na produção. Nas telas, são muitas as personagens fortes interpretadas por grandes atrizes que dão ainda mais poder para as narrativas. Sônia Braga é uma dessas atrizes.

Foi com o papel principal na novela Gabriela, de Jorge Amado, que a carreira de Sônia decolou. Entre a televisão e o cinema, a atriz carrega uma vasta carreira internacional entre séries e filmes, além de diversas indicações entre os festivais mais importantes do audiovisual. Referência e modelo para novas atrizes, Sônia se entrega para papéis e deixa sua marca em cada produção.

Viu como tem mulheres importantes na cena cultural brasileira? <3. Aproveite a Semana Renner Cultural para conhecer o trabalho de mais mulheres e se inspirar com a gente.

CADASTRE-SE E RECEBA NOVIDADES EXCLUSIVAS