Bambu: um curinga das matérias-primas amigáveis

14/01/20|MODA

A Renner assumiu o compromisso público de ter 80% de todos os seus produtos feitos com matérias-primas ou processos menos impactantes à natureza até o ano de 2021. Estamos caminhando a passos largos em direção a essa meta, lançando a todo momento roupas com tecidos certificados, fibras recicladas ou biodegradáveis e estampas quimicamente menos agressivas. Em nossos processos internos, essas metas também aparecem fortemente. Tanto a Renner quanto seus fornecedores têm se adaptado a uma gestão socioambiental cada vez mais firme.

E sabe do que mais? A gente aprecia – e muito – a ideia de oferecer utensílios e acessórios para uma vida com menos desperdício e uma postura mais consciente. Alternativas para reduzir o consumo de plástico no cotidiano podem ser encontradas nas lojas Renner físicas e no e-commerce. Essa também é uma forma de trazer para a moda um pouco da natureza que precisamos preservar.

O bambu, por exemplo, já foi considerado a matéria-prima do futuro por sua característica biodegradável, e agora podemos dizer que esse futuro chegou! A gente pode vestir, calçar ou usar em casa uma infinidade de objetos feitos de bambu, substituindo o plástico e a madeira. Ao mesmo tempo, estamos incentivando o cultivo de uma espécie que capta grande quantidade de CO2 do ar na sua fase de crescimento. E como se não bastasse tudo isso, o bambu é uma planta altamente adaptável a diversos climas e condições de terreno e não demanda defensivos químicos agrícolas.

Patrimônio extremamente valioso na cultura chinesa, ele é usado há milênios na construção de casas tradicionais também em vários outros países do Oriente. Mais que isso, o bambu tem um papel importante na cultura e filosofia orientais. Seu ciclo de crescimento, sua incrível resistência e resiliência e sua pegada ecológica inspiram a sabedoria chinesa.

Nos dias de hoje existem milhares de utilidades para o bambu, como a produção de papel, compensados, laminados, pisos, revestimentos, estruturas, alimentos, artesanatos, tecidos e movelaria – são mais de 1.500 usos catalogados. O bambu usado nos produtos Renner é proveniente da China e tem certificação FSC (Forest Stewardship Council), sistema que identifica produtos originados do bom manejo florestal.

Com esses argumentos maravilhosos nas mãos, agora conheça alguns produtos Renner feitos de bambu e que têm tudo a ver com o nosso compromisso de moda responsável:

// Óculos de sol com armação em bambu

Óculos com apelo natural estão super em alta, e o bambu, aqui, é um perfeito substituto para a madeira! As armações são bem leves, o que garante suavidade e conforto. As lentes polarizadas oferecem 100% de proteção contra os raios UVA e UVB.

// Kit Lixo Zero com talheres de bambu

Diminuir o uso de plásticos descartáveis é uma boa meta para 2020, mas você vai precisar ter na bolsa um bom “kit lixo zero”!

// Copo feito com fibra de bambu

Copo para ideal para água, sucos, chá e bebidas esportivas. A composição do copo é 100% fibra de bambu e os detalhes de proteção são de silicone.

COMPRE O LOOK

// Bolsa Apoena

Feita com a folha do butiá trançada artesanalmente, é uma peça singular com forte identidade cultural e pegada ambiental, já que fomenta o trabalho de artesãs gaúchas e a perpetuação dessa espécie de palmeira nativa do Sul do Brasil. Os detalhes de aviamento trazem o bambu na versão bucket!

// Bolsa Fundo do Mar

Com alças de madeira e estampa marítima, essa bolsa também traz o trançado artesanal e único com folha de butiá. É sustentável com muita informação de moda!

CADASTRE-SE E RECEBA NOVIDADES EXCLUSIVAS