FILMES NACIONAIS INDEPENDENTES PRA MARATONAR

19/06/20|BEM-ESTAR

Existem muito mais filmes nacionais do que os cartazes dos grandes cinemas nos mostram. Por isso, a gente aproveita o Dia do Cinema Brasileiro pra convidar você a conhecer algumas obras de cineastas independentes. Bora?

Eliza Capai (@elizacapai) é documentarista e assina a direção e roteiro de diversos curtas-metragens e séries para TV e para a web, incluindo o média "#Resistência" (2017), lançando de forma independente em mais de 80 cidades. Ela tem três longas: "Espero tua (re)volta" (2019), “O jabuti e a anta” (2016) e "Tão Longe é Aqui" (2013), que é a nossa dica pra sua sessão de cinema em casa.

Filme: Tão Longe É Aqui, 2013

Sinopse: Discute a situação feminina a partir de uma viagem pela África. Foi lançado com o prêmio de Melhor Filme na Mostra Novos Rumos, do Festival do Rio, entre outros prêmios no Brasil e no exterior.

Onde assistir: vimeo.com

Bruno Polidoro (@brunopolidoro_) atua há quinze anos como diretor de fotografia em filmes, videoartes e séries. Ele também dirigiu os curtas “Pela passagem de uma grande dor” (2006 – Cine Esquema Novo) e “O vazio além da janela” (2008 – Festival de Tiradentes), além do episódio para a televisão “5 cigarros e um beijo” (série Ocidentes, 2014). Nossa dica pra você assistir é o longa-metragem “Sobre sete ondas verdes espumantes”, que fala sobre a obra do escritor Caio Fernando Abreu. Vem saber mais!

Filme: Sobre sete ondas verdes espumantes, 2013

Sinopse: Fragmentos de obras e depoimentos de amigos conduzem uma jornada por locais que fizeram parte da vida do poeta e dramaturgo brasileiro Caio Fernando Abreu (1948 - 1996). Com participação de Adriana Calcanhotto, Marcos Breda e Maria Adelaide Amaral.

Onde assistir: www.looke.com.br

Maite Mahl (@maite_animation) é formada em Produção Audiovisual e uma estudiosa da área no Brasil e fora dele, como em Vancouver. Recentemente ela criou o curta Day Off, que já foi selecionado para 3 festivais, incluindo o Berlin Flash Film Festival 2020. Conheça mais sobre o trabalho dessa jovem e criativa audiovisual.

Filme: Day Off

Sinopse: Ao comemorar seu aniversário, Maria é surpreendida por um presente inesperado comovente.

Onde assistir: vimeo.com

Elisa Gomes é mestre em Comunicação e Semiótica, em Artes e em Cinema Documentário. Ela co-dirigiu o vídeo Oi Amor! (2003) e o documentário Maria, sobre a escultora Maria Martins (2017), seu filme mais recente.

Filme: Maria, não esqueça que eu venho dos trópicos, 2017

Sinopse: Acompanhe a vida transgressora de Maria Martins, uma das maiores escultoras brasileiras. Ela desafiou a sociedade na primeira metade do século XX, fazendo parte elite do surrealismo. Foi amiga de Pablo Picasso e Marcel Duchamp, mas sempre foi dos trópicos e acabou esquecida, até a estreia deste documentário.

Onde assistir: www.youtube.com

LOOKS PERFEITOS PRA MARATONAR DO SOFÁ

Antes de pegar o balde de pipoca e dar o play, certifique-se de que o seu look é comfy o suficiente pra deixar você super à vontade e mergulhar nas histórias dos filmes. ;)

Sempre é bom garantir que os pés estão bem quentinhos! Você prefere meias ou aquela pantufa fofa que não dá vontade de tirar?

Moletom em cima ou embaixo? Em tudo! Pra maratonar do sofá, nada melhor do que um look all moletom. <3

Também tem muitas opções pra quem não abre mão do seu pijama tendência quando o assunto é cinema em casa. ;)

E aí, já descobriu qual o seu estilo de maratonar em casa? Então, escolha as suas peças preferidas e curta as nossas dicas de cinema nacional independente. Bom filme!

CADASTRE-SE E RECEBA NOVIDADES EXCLUSIVAS POR E-MAIL