O projeto apoiado pela Renner numa reserva ambiental amazônica – conheça!

05/06/20|BEM-ESTAR

No mundo que queremos, o ecossistema da moda responsável cresce a cada dia, junto com a coletividade e o empoderamento de mulheres. Neste Dia Mundial do Meio Ambiente, queremos contar que a preservação das espécies também pode ser um fator de transformação e empoderamento feminino. Com o apoio do Instituto Lojas Renner, a Associação Zagaia Amazônia desenvolveu um projeto com o objetivo de conscientizar sobre a preservação das espécies amazônicas sob o olhar das mulheres da comunidade do Tumbira.

Tumbira é uma comunidade ribeirinha da Amazônia, que se encontra à margem direita do Rio Negro, localizada a 64 km de Manaus (AM). Pertence à Reserva de Desenvolvimento Sustentável do Rio Negro, uma unidade de conservação com outras 18 comunidades ribeirinhas. As histórias desse projeto são inspiradoras e merecem ser partilhadas, especialmente num momento como o atual, em que precisamos aumentar nosso conhecimento sobre a crise ambiental e agir em favor da regeneração da Terra.

O projeto apoiado pelo Instituto Lojas Renner foi desenvolvido no ano passado, fomentando o turismo de observação da natureza na região, além de estimular a autonomia econômica, social e emocional das mulheres da comunidade. Ao todo, 30 mulheres ribeirinhas participaram da iniciativa, e esse projeto teve metodologia de acordo com os Princípios de Empoderamento das Mulheres, da ONU Mulheres.

A primeira parte desse projeto foi uma imersão da Zagaia Amazônia com essas mulheres e no universo feminino, para resgatar a autoestima delas e compreender a forma com que se enxergam na comunidade, buscando fortalecer entre elas a noção de pertencimento e de agentes transformadoras locais. A líder da comunidade nos conta que essa etapa inicial foi transformadora, porque deu às mulheres a oportunidade de falarem por si mesmas.

Num segundo momento, foi desenvolvida uma pesquisa de campo e oficinas para essas mulheres, tendo a colaboração de pesquisadores para a construção do conhecimento sobre as espécies do local e sua preservação. Essa etapa resultou num guia sobre as plantas estudadas, para consultas futuras. Por último, as vivências com as lideranças femininas da região puderam reforçar a confiança criativa como ferramenta para a construção do empoderamento feminino. Isso veio a favorecer a elaboração de trabalhos coletivos na comunidade, demonstrando a força interior e sabedoria da mulher ribeirinha.

Este vídeo conta mais sobre o projeto e a preservação das espécies como fator de transformação e empoderamento feminino.

Repensar o consumo não é falar apenas de matérias-primas sustentáveis, boas práticas nos processos e economia de recursos. É, também, trazer à tona oportunidades fundamentadas no compartilhamento de saberes, experiências e ideias. Como caminho para o empoderamento de mulheres, o Instituto Lojas Renner apoia empreendedoras e também projetos voltados a refugiadas e para o desenvolvimento de produtoras de algodão orgânico.

No site do Instituto Lojas Renner, você pode conhecer as diferentes iniciativas que apoiamos para o desenvolvimento de sustentabilidade em matérias-primas, na produção, no varejo e no pós-consumo. Também estamos empenhados na corrente de solidariedade contra a covid-19. Por meio do instituto, articulamos nossa rede de fornecedores, engajamos nossos colaboradores e seguimos em busca de novas formas de contribuir para o combate ao coronavírus. Você pode conhecer as diferentes ações clicando aqui!

CADASTRE-SE E RECEBA NOVIDADES EXCLUSIVAS POR E-MAIL