Teatro, fotografia e moda: artistas brasileiros que fazem história

01/11/20|MODA

A diversidade da cultura brasileira é reconhecida mundialmente. Mas ela também está representada em cada detalhe das pessoas que se dedicam a atuar, a produzir e a criar a nossa própria arte: os artistas.

É claro que muitos deles já são super conhecidos por nós. Outros nem tanto. E para democratizar cada vez mais o acesso ao trabalho desses profissionais admiráveis, o projeto Renner Cultural já incentivou diversos trabalhos de artistas, como os que vamos conhecer a seguir.

Para começar a celebrar o Dia da Cultura, que acontece 05 de novembro, nada melhor do que saber mais sobre a vida, as inspirações e a carreira de alguns artistas brasileiros incríveis que marcam a nossa história através dos seus trabalhos no teatro, na fotografia e na moda. Vem saber mais! <3

// NATHALIA TIMBERG - A ATRIZ PLURAL

Ela tem 91 anos de idade e 66 de carreira.

Nathalia Timberg é uma atriz brasileira plural. Aos seis anos, estreou no cinema com uma participação especial no filme O Grito da Mocidade, de 1937. Em 1948, começou a atuar no Teatro Universitário, movimento estudantil carioca. Com o grupo, participou das peças O Pai, Quebranto e A Dama da Madrugada, que lhe rendeu como prêmio do governo francês uma bolsa de estudos em Paris.

Ela também integrou o elenco de diversos teleteatros e telenovelas. Alguns de seus trabalhos são considerados clássicos, como: O Direito de Nascer, A Muralha, A Sucessora, Elas por Elas, Ti Ti Ti, Vale Tudo, Pantanal e O Dono do Mundo.

Nathalia coleciona em seu histórico profissional participação em mais de 40 peças teatrais, cerca de 20 obras cinematográficas e mais de 50 trabalhos na televisão.

Aos 90 anos, estreou na peça Através da Íris, uma homenagem à nova iorquina Iris Apfel, ícone mundial da moda aos 97 anos. As ideias arrojadas e o humor ácido presentes no texto são um elogio à liberdade de ser e de se expressar, em qualquer tempo da vida. O que tem tudo a ver com a fase atual da carreira de Nathalia.

Nos trabalhos recentes, ela deixa transparecer com sutileza e emoção sua maturidade em cena, que traz a consciência e a qualidade em cada fala da interpretação. Nathalia continua nos emocionando, na tela, no telão ou nos palcos.

A turnê com a peça sobre Íris Apfel, que recebeu o apoio da Renner em 2019 e em 2020, conta a história desse ícone da moda estadunidense e deve continuar após a pandemia. E você poderá ver de perto a atuação dessa atriz brasileira.

// FERNANDO TORQUATTO - OLHAR ARTÍSTICO E APAIXONADO

Ele é fotógrafo, maquiador e caracterizador de novelas há 26 anos.

Fernando Torquatto já registrou através de suas lentes nomes como: Antonio Banderas, Kate Moss, Gabriella Wright, Fernanda Montenegro, Xuxa Meneghel, Marília Gabriela, Regina Casé, Reynaldo Gianecchini, Taís Araújo, Preta Gil, Giovanna Antonelli, Rodrigo Santoro, Camila Pitanga, Cleo Pires, Ana Carolina, Ana Claudia Michels e tantos outros. Ele é o que pode se chamar de "fotógrafo queridinho das estrelas".

Ele adora produzir beleza, e em seu trabalho consegue unir maquiagem e fotografia. Aos 12 anos, Fernando já era fã dos clássicos do cinema mundial e das atuações das divas: Marilyn Monroe, Brigitte Bardot, Raquel Welch, Rita Hayworth e Ava Gardner, Sophia Loren. A caracterização das personagens, com maquiagens e penteados deslumbrantes, despertavam cada vez mais a curiosidade estética do futuro mestre da imagem.

Em 1988, cursou a faculdade de Comunicação e ingressou na carreira de modelo. Mais que desfilar nas passarelas, seu interesse era estar sempre atento ao trabalho dos maquiadores. Mas foi numa viagem a Paris, onde frequentou como ouvinte um curso de um renomado maquiador francês, que ele realmente se encontrou. No início de 1990, trocou para o curso de Programação Visual.

Torquatto também ficou conhecido por fazer a caracterização de personagens de telenovelas e minisséries, como: Em Família, Geração Brasil, Da Cor do Pecado, A Lua Me Disse, Belíssima, Páginas da Vida, Paraíso Tropical, Duas Caras, Queridos Amigos, Ciranda de Pedra, Três Irmãs, Maysa, Viver a Vida, Insensato Coração, O Astro e Babilônia.

Para reunir várias de suas fotografias e registrar a emoção que cada uma transmite, ele lançou em 2019 um livro que recebeu o apoio de Renner e não retrata só beleza, mas a imagem estética de uma época nos rostos e nos corpos de artistas conhecidos e admirados por ele e pelo grande público. Vale conferir. ;)

//PAULO MARTINEZ - MODA É F#%@!

Ele é editor de moda e stylist há 40 anos.

Paulo Martinez é formado em Artes Plásticas pela Belas Artes de São Paulo e ingressou no meio editorial aos 23 anos, produzindo fotos de decoração. Em seguida, começou a trabalhar na revista Moda Brasil, um marco da imprensa nos anos 1980. Sua experiência o levou a conhecer Regina Guerreiro, então diretora da Vogue Brasil, onde atuou por 10 anos como produtor de moda. De lá, Paulo se transferiu para outra revista, a Elle Brasil.

Foi na década de 1990 que ele assumiu carreira solo, prestando consultoria, fazendo desfiles, catálogos e campanhas para as principais marcas do país. Também editou desfiles de moda, participando ativamente dos principais: Phytoervas Fashion, Morumbi Fashion, Amni Hot Spot, SPFW, Fashion Rio e Casa dos Criadores.

Em 1997, ele volta às origens das páginas impressas e se torna o editor de moda da Revista Vinte. Em 2006, assumiu o mesmo cargo na Revista ffw_MAG!, onde registrou bastidores de desfiles e o cotidiano do mundo da moda. Paulo também trabalhou na revista Cláudia, na Fiorucci e, hoje, edita o jornal Este. O stylist valoriza muito o trabalho dos estilistas brasileiros e adora fotografar roupas feitas aqui.

Em 2014, Paulo lançou o livro Moda é F#%@!, que recebeu apoio de Renner e foi apresentado para imprensa durante o Preview da marca em 2014. A obra reúne suas memórias em fotografias, texto autobiográfico e depoimentos de amigos, modelos, estilistas, fotógrafos e outras pessoas que cruzaram seu caminho na moda. Em uma mistura de nostalgia, crítica e com certo humor, o livro é uma espécie de patchwork dos seus trabalhos. Pra quem gosta de moda e ficou curioso para saber mais sobre os bastidores, a leitura é irresistível. ;)

// VEM AÍ #SOMOSARTE - ARTISTAS BRASILEIROS DE DIVERSOS ESTILOS

Mais do que apoiar, a Renner começa um movimento que traz artistas brasileiros de diversos estilos como seus colaboradores. Karen Hofstetter, Letícia Moreno, Felipe Morozini, Pri Barbosa e Ecran Studios foram convidados para fazer um collab com a marca e serem os primeiros a fazer parte do projeto #SomosArte.

E esse é apenas o início de um movimento que incentiva a valorização da arte e da diversidade do cenário cultural brasileiro, dando voz e visibilidade a artistas com diferentes estilos, personalidades, referências e visões de mundo.

A partir de quinta-feira, dia 05/11, você poderá conhecer peças co-criadas com artistas no site lojasrenner.com.br. Mas você já pode acompanhar o trabalho deles, é só seguir os @ no Instagram:

@felipemorozini

@priii_barbosa

@karenhofstetter

@negapeta

@ecranstudios

Você também é arte.

Nós #SomosArte de todos os estilos.

CADASTRE-SE E RECEBA NOVIDADES EXCLUSIVAS POR E-MAIL