Dicas de leitura para inspirar você no Dia Nacional do Escritor

25/07/21|ENTRETENIMENTO

Quem lê nunca está sozinho – e a literatura tem o dom de nos fazer companhia em viagens inesquecíveis no espaço e no tempo, apresentando novos lugares, culturas e pessoas. É por isso que o Renner Cultural, movimento que reúne todos os projetos apoiados pela marca com o objetivo de contribuir com a democratização da cultura, dedica uma atenção especial à literatura. A gente quer comemorar com você, que também adora ler, uma data muito importante: o Dia Nacional do Escritor, celebrado em 25 de julho.

Para festejar essa data conosco, convidamos uma dupla de leitoras muito especiais, Carla Lemos (@carlina) e Isa Ribeiro (@ribeiro_isadora), para darem dicas de escritoras mulheres que as inspiram. Criadora do Modices – blog de moda, beleza e autoestima pioneiro no país –, a Carla é autora do livro "Use a Moda a Seu Favor" (2019) e colunista do site Universa-UOL. Já a Isa é youtuber, podcaster, instagrammer, escritora e fotógrafa. Criou em 2013 o blog Na Nossa Vida e lançou o e-book “Guia para uma Vida Mais Leve”.

Antes de trazermos as dicas da Carla e da Isa, queremos te contar como surgiu essa data. É que em 25 de julho de 1960 foi realizado no Rio de Janeiro o 1º Festival do Escritor Brasileiro, promovido pela União Brasileira de Escritores (UBE), cujo vice-presidente era o escritor Jorge Amado. A partir de então, a data foi escolhida para celebrar os autores e autoras nacionais.

Contudo é importante lembrar que, durante séculos, as mulheres foram silenciadas na literatura – apesar de sempre lutarem para que sua voz fosse escutada. Aliás, a gente lembrou de algumas dessas escritoras corajosas que enfrentaram o machismo e a sociedade patriarcal, destacando-se com sua obra na história da literatura, quando celebramos aqui o Dia Mundial do Livro.

Sabendo da importância feminina na literatura brasileira, pedimos para as duas influenciadoras poderosas indicações de livros de escritoras inspiradoras. Olha só que bacanas as dicas:

CARLA LEMOS

Ana Paula Maia – “De Gados e Homens”

Publicado em 2013, o romance é um retrato duro da brutalização do homem e da destruição da natureza a partir da história de um personagem que trabalha em um matadouro de gado.

Aline Valek – “Cidades Afundam em Dias Normais” e “As Águas-Vivas Não Sabem de Si”

Em “Cidades Afundam em Dias Normais”, a história acompanha uma ex-moradora de Alto do Oeste, localidade que inexplicavelmente afundou dentro de um lago e que anos depois vem à tona por conta de uma seca, instigando a protagonista a voltar ao lugar para fotografar as ruínas. Mistura de suspense e ficção científica, “As Águas-Vivas Não Sabem de Si” mergulha nos dramas vividos pela protagonista, que faz parte de uma equipe liderada por um cientista obcecado pela ideia de encontrar inteligência no fundo do oceano.

Jarid Arraes – “Redemoinho em Dia Quente” e “Heroínas Negras Brasileiras em 15 Cordéis”

Escritora conhecida por seus cordéis, Jarid Arraes estreou no conto com “Redemoinho em Dia Quente”, coletânea focada nas mulheres da região cearense do Cariri com histórias que unem realismo, fantasia, crítica social e uma capacidade ímpar de narrar o cotidiano feminino. Já “Heroínas Negras Brasileiras em 15 Cordéis” reúne textos que recuperam a memória de mulheres que lutaram pela liberdade e por direitos, reivindicaram seu espaço na política e nas artes e levantaram sua voz contra a injustiça e a opressão.

ISA RIBEIRO

Clarice Lispector – “Aprendendo a Viver”

Seleção das crônicas mais confessionais escritas pela autora na década de 1970, em que Clarice conta sua vida, detalhando passagens marcantes de sua história, divagando sobre os temas mais variados, revelando particularidades de seu cotidiano e esmiuçando seu processo criativo.

Lua Barros – “Eu Não Nasci Mãe”

A autora se vale de sua experiência como educadora parental e mãe para propor questionamentos em vez de propor fórmulas ou receitas a respeito de maternidade e paternidade.

Martha Medeiros – “A Graça da Coisa”

O livro é um apanhado de 80 crônicas que abordam assuntos cotidianos como o incômodo do barulho em uma cidade grande, a alegria de comer um cachorro-quente e o entusiasmo de uma declaração de amor.

Para você que, além de livros, também é apaixonado por moda como nós, trouxemos alguns títulos que já apoiamos em parceria com a Editora Luste para você se inspirar.

Entre as publicações estão edições luxuosas como “Quadros de Moda – Fotografia Contemporânea na Moda Brasileira”, volume que contou com o apoio da Renner e que reúne trabalhos de 29 fotógrafos brasileiros como André Schiliró, Bob Wolfenson, Isabel Garcia, Jacques Dequeker, Klaus Mitteldorf, Daniel Klajmic e J. R. Duran.

Outro livro imperdível é “Moda É F#%@”, do editor de moda e stylist Paulo Martinez. É uma autobiografia ilustrada por muitas fotos, narrando sua trajetória ao longo de 33 anos de carreira no mundo da moda com depoimentos de amigos, modelos, estilistas e fotógrafos.

Você pode conferir alguns dos elegantes livros publicados pela Editora Luste em conjunto com a Renner aqui.

O que achou das dicas? Você já leu alguma dessas obras? Então aproveita para colocar a leitura em dia. Depois passa lá nas nossas redes sociais para compartilhar com a gente suas dicas de escritoras inspiradoras, porque um dos maiores prazeres da leitura é dividir com os outros nossas impressões e ideias sobre o que lemos, né?

CADASTRE-SE E RECEBA NOVIDADES EXCLUSIVAS POR E-MAIL