Cabelos crespos e cacheados: da aceitação ao cuidado

25/09/21|MODA

Nossas roupas são capazes de mostrar parte de quem nós somos, mas existe uma característica intrínseca que fala mais alto: o cabelo. Em especial, o cabelo crespo e cacheado. Uma história que envolve aceitação, autoestima, identidade e, principalmente, amor-próprio. O final, todos sabem: a liberdade de se encontrar consigo mesma através dos cachos. Acompanhe esse romance capilar e confira dicas para cuidar do seu cabelo!

Uma onda de aceitação

Por muitos anos, o cabelo liso teve um reinado absoluto. Na falta de produtos, visibilidade e informações sobre cuidados, manter o cabelo natural não era uma escolha e deixava de representar grande parte das mulheres. Afinal, dados mostram que 50% a 56% da população feminina do Brasil possuem cabelos que variam de ondulados a crespos.

Aos poucos, uma revolução vem acontecendo. Nos últimos anos, houve um crescimento de 232% na busca por cabelos cacheados, ultrapassando a busca por cabelos lisos. Pela primeira vez, elas têm a possibilidade de entender parte da sua história que, até então, era apagada.

A aceitação do cabelo natural é um processo, principalmente de autoconhecimento. Mexe com autoestima, tem altos e baixos e, às vezes, parece que não tem fim. Nesse caminho de transformações, o seu cabelo muda e você renasce com ele.

Um raio-x dos cachos

Cada cabelo é único e requer cuidados especiais. O primeiro passo é entender qual o formato do seu fio. Existe uma classificação a partir da curvatura deles: tipo 1, liso; tipo 2, ondulado; tipo 3, cacheado; tipo 4, crespo e tipo 5, crespíssimo. Todos eles são divididos em três subcategorias: A, B e C.

Essa curvatura também influencia na característica dos fios. Geralmente, os cabelos cacheados e crespos têm uma tendência maior ao ressecamento. Isso acontece devido ao seu formato irregular e cheio de curvas que dificulta o caminho da oleosidade natural produzida no couro cabeludo até às pontas.

Para entender melhor: cabelos do tipo 3A costumam ser menos ressecados do que os 4. O primeiro apresenta ondas mais largas, já o segundo tem mais voltas por causa dos cachos pequenos. Por isso, preste atenção: manter o cabelo saudável requer muito cuidado e, principalmente, dedicação!

Os cuidados essenciais

A hidratação precisa ser a sua companheira inseparável. Você pode fazer em casa usando máscaras de tratamento ou no salão com um profissional. Lembra quando falamos sobre dedicação? Então, se for hidratar o cabelo em casa, recomenda-se usar a máscara uma a duas vezes por semana.

COMPRE O LOOK

Outra técnica super potente para nutrir os fios é a umectação. Ela consiste em aplicar óleo da raiz às pontas do cabelo, espalhando bem mecha por mecha. Aplique no cabelo seco, deixe agir por algumas horas e depois enxague. Uma dica: escolha o óleo de coco, argan ou rícino.

COMPRE O LOOK

E para garantir aquela definição lindíssima, faça a fitagem ou o estica e balança. A técnica de fitagem consiste em aplicar um creme finalizador em todo o cabelo após a lavagem, pegar mechas finas e penteá-las com os dedos. Antes de chegar no final da mecha, amasse os fios em direção à raiz. Já o estica e balança é bem parecido, mas, em vez de amassar os fios, você vai pegar a mecha e balançá-la, como o próprio nome diz.

COMPRE O LOOK

Fique atenta aos produtos, escolha aqueles que não retiram a oleosidade natural do couro cabeludo e evite a lavagem diária. Por último, um lembrete: trate-se com carinho e tenha paciência. O processo de aceitação não acontece da noite para o dia. Quanto mais se permitir a conhecer o seu cabelo, mais confortável estará para ser você mesma. Permita-se escrever o seu final feliz, a história do seu cabelo é você quem faz.

COMPRE O LOOK

Siga a linha do autocuidado com o seu cabelo e tenha o resultado de salão sem sair de casa. Clique aqui e confira o passo a passo!

CADASTRE-SE E RECEBA NOVIDADES EXCLUSIVAS POR E-MAIL